Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A Anatel já começou a pensar na implementação do 5G no Brasil. A agência reguladora se reuniu com nomes do setor de telecomunicações para discutir o uso da frequência de 3,5 GHz para as futuras redes móveis de quinta geração no país.

As conversas têm como objetivo inicial conferir possíveis interferências que a implementação do 5G na faixa de 3,5 GHz pode ter em outros serviços. Discussões sobre tamanho do espectro e limpeza da frequência vão ficar para depois.

Veja também:Fabricante chinesa promete smartphone 5G para 2019Entenda por que o 5G pode ser encarado como a ‘nova eletricidade’Espera pelo 5G pode estar atrasando o mundo da tecnologiaEntenda a diferença entre 4G, 4.5G, 5G e outras redes de internet móvel

De acordo com o Mobile Time, a reunião da Anatel contou com representantes da Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), Associação Brasileira de Rádio e Televisão (Abratel), Sociedade Brasileira de Engenharia de Televisão (SET), Sindicato Nacional das Empresas de Telecomunicações por Satélite (Sindisat) e Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), além de fabricantes de equipamentos de rede.

Apesar das conversas já estarem sendo realizadas, ainda deve demorar um tempo até o início das operações comerciais do 5G no Brasil. A ideia da Anatel é que uma licitação seja feita no segundo semestre de 2019, para só a partir daí as operadoras de telefonia começarem a preparar suas redes.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário