Bill Gates recusou convite para ser assessor de ciência do presidente dos EUA

Bill Gates recusou convite para ser assessor de ciência do presidente dos EUA

Bill Gates, fundador da Microsoft e um dos homens mais ricos do mundo, teve uma reunião com Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, em março, mas que só agora veio à público graças ao próprio bilionário.

Em entrevista ao site State News, Gates disse que conversou com Trump a respeito dos investimentos do governo dos EUA na área de saúde e ciência. E revelou que recusou um convite para ser assessor de ciência do presidente.

Veja também:Bill Gates investe em projeto de ‘Google Earth’ com imagens e tempo realBill Gates vai investir R$ 100 mil em projetos brasileiros de ciência de dados

A função de assessor de ciência (“science advisor”, em inglês) é dada à pessoa responsável por informar o presidente a respeito deste assunto e por chefiar o Departamento de Ciência e Tecnologia da Casa Branca. Não garante poderes executivos como os de um secretário ou ministro.

O convite surgiu quando Gates dizia a Trump que ele deveria nomear um cientista de carreira para o cargo, que permanece vago desde que o presidente assumiu o cargo, mas é ocupado interinamente por um cientista político de 31 anos chamado Michael Kratsios.

Foi então que Trump teria dito a Gates: “você quer ser assessor de ciência?”. O bilionário diz ter respondido: “este não seria um bom uso do meu tempo”. No entanto, o fundador da Microsoft admite que não sabe se o convite foi sério ou se Trump estava brincando.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.