Cabo submarino rompido deixa país inteiro sem internet por dois dias

Cabo submarino rompido deixa país inteiro sem internet por dois dias

A internet, como todos sabem, é uma rede mundial de computadores conectados uns aos outros por fios e cabos. Alguns desses cabos, instalados no fundo do oceano, conectam países e continentes inteiros à web, mas eles não são indestrutíveis.

Um destes cabos submarinos, o ACE, foi acidentalmente rompido no dia 30 de março, informa o The Verge. O cabo possui 17 mil quilômetros de extensão e liga a África do Sul à Europa, passando por toda a costa oeste do continente africano.

Veja também:Primeiro cabo de internet ligando América do Sul e África chega ao BrasilNovo cabo submarino de internet do Google vai ligar América do Sul à do NorteClientes da Eletronet ficam sem internet após rompimento de cabo

O rompimento ocorreu próximo à Mauritânia, deixando diversos países africanos com problemas para acessar a internet. A própria Mauritânia ficou 48 horas totalmente desconectada da rede mundial de computadores até que a conexão começou a ser restaurada.

Como explica o The Verge, outros países afetados pelo corte no ACE puderam se virar usando conexão por satélite ou cabos terrestres, mas a Mauritânia ficou totalmente offline, já que dependia exclusivamente do cabo submarino rompido.

Ainda não se sabe o que causou o rompimento, mas casos assim são relativamente comuns. Não se ouve falar tanto de cabos submarinos rompidos porque, aqui no Ocidente, a infraestrutura de acesso à internet é robusta o bastante para não sentirmos tantos efeitos.

O ACE foi inaugurado em dezembro de 2012 por uma iniciativa combinada de empresas de tecnologia, como a Oracle, e órgãos estatais de diversos países africanos.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.