Correios levarão 15 dias para normalizar entrega de encomendas depois da greve

Correios levarão 15 dias para normalizar entrega de encomendas depois da greve

A paralisação de caminhoneiros, que começou no último dia 21 e perdeu força nos últimos dias, após negociação de entidades de classe com o governo federal, ainda pode ser sentida pelo comércio eletrônico brasileiro, segundo informações do G1.

Os Correios dizem que, desde o início da greve, o volume de encomendas entregues foi 50% menor do que em dias normais. A redução se deve às obstruções em estradas organizadas por caminhoneiros em protesto e pela falta de combustível nos postos.

Veja também:Internet não vai ser afetada pela greve dos caminhoneiros, diz AnatelGreve dos caminhoneiros amplia prazo de entrega de compra online em até 11 diasCorreios suspendem operações devido à greve dos caminhoneiros

Além disso, os Correios estimam que, após o fim da greve, serão necessários 15 dias até que o ritmo de entrega de encomendas volte ao normal. Quem comprou itens pela internet, portanto, ainda pode ter que esperar mais do que o normal por sua encomenda.

Os serviços com dia e hora marcados (Sedex 10, Sedex 12, Sedex Hoje, Disque Coleta e Logística Reversa Domiciliária) ainda estão suspensos. Os outros serviços, como o Sedex convencional e o PAC, estão com prazos maiores de entrega.

Para acelerar a normalização das operações, os Correios disseram ao G1 que pretendem aumentar a jordada de alguns funcionários e contratar mão de obra temporária. O atendimento nas agências, por outro lado, segue funcionando normalmente.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.