Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Autoridades dos Estados Unidos e do Reino Unido emitiram um comunicado na última segunda-feira, 16, afirmando que hackers patrocinados pelo governo da Rússia estão realizando uma campanha de ataques em massa e em escala global, sem revelar nomes ou quantidade de alvos.

O alerta foi emitido pelo Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos em conjunto com a polícia federal norte-americana (FBI) e com o Centro de Cibersegurança Nacional do Reino Unido, informa o Ars Technica.

Veja também:Justiça determina bloqueio do Telegram na RússiaHackers dos EUA atacam Irã e Rússia em resposta a interferências em eleiçõesRússia está por trás do ataque NotPetya, diz governo dos EUA

Segundo os três órgãos, hackers apoiados pelo governo da Rússia estão atacando roteadores domésticos e empresariais, além de data centers e outros dispositivos de rede usados no setor público e privado de diversos países.

O objetivo seria o de coletar informações e até desestabilizar pontos críticos da infraestrutura desses países. “Essas operações permitem espionagem e o roubo de propriedade intelectual que sustentam os objetivos econômicos e de segurança da Federação Russa”, diz o comunicado.

As agências alertam ainda que os hackers estariam se aproveitando de sistemas fracos de segurança, softwares desatualizados e equipamentos ultrapassados que ainda são usados por empresas e governos do mundo inteiro.

Equipamentos da Cisco são usados como exemplo de dispositivos que não são atualizados pelos clientes. Na semana passada, foi a vez de o Irã acusar hackers dos EUA de perpetrar uma campanha global de ataques, também usando dispositivos da Cisco desprotegidos.

Contudo, especialistas ouvidos pela Wired afirmam que o tipo de “ataque global” descrito pelas agências é o mesmo que os próprios Estados Unidos já coordenam em todo o mundo há anos.

Reportagens e vazamentos anteriores já apontaram para o fato de que a Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA) também invade roteadores e switches ao redor do mundo para obter informação sigilosa em campanhas coordenadas de ataque.

No mês passado, a empresa de segurança russa Kaspersky revelou a existência de uma campanha de invasão de sistemas nomeada “Slingshot” que atingiu mais de 100 alvos ao redor do mundo.

Mais tarde, descobriu-se que o Slingshot era uma iniciativa do Comando de Operações Especiais dos EUA com o objetivo de monitorar membros do Estado Islâmico.

Um ex-agente da NSA disse à Wired que o alerta em conjunto de agências norte-americanas e britânicas é “risível”. “Todo mundo hackeia roteadores”, disse Jake Williams. “Dizer que roteadores com senha padrão estão sendo atacados é como dizer que ladrões estão pegando dinheiro que foi largado em um local público.”

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário