Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A organização brasileira PROTESTE, em conjunto com outras quatro associações de defesa do consumidor na Europa, vai propor uma ação civil pública contra o Facebook na União Europeia. O objetivo é garantir uma compensação de 200 euros às pessoas que tiveram os dados usados indevidamente pela consultoria britânica. O valor total pode chegar a 17,4 bilhões de euros, considerando a estimativa de 87 milhões de pessoas afetadas no escândalo.

O processo foi a solução que o grupo encontrou após a rede social não manifestar, em uma resposta oficial enviada às associações, “qualquer intenção de compensar os usuários”, conforme explicado em comunicado. “Tudo que Mark Zuckerberg e a cúpula do Facebook oferecem é um pedido de desculpas.”

Veja também:Papua-Nova Guiné vai ficar um mês sem FacebookCambridge Analytica entra com pedido de falênciaCambridge Analytica pode ter coletado mais dados do que o Facebook pensava

A ação será proposta em território europeu, e não no brasileiro, justamente como forma de garantir que a indenização chegue a cada usuário, conforme permitido pela legislação local. No processo, o grupo ainda exige que o Facebook “atue de forma condizente com esse reconhecimento”, explicando aos usuários como os dados na rede social serão usados e oferecendo a eles a “oportunidade de dar ou não o seu consentimento explícito” — seguindo, de certa forma, o que é proposto no Regulamento Geral de Proteção de Dados, o GDPR.

Esse não é a primeira ação movida contra a empresa de Zuckerberg desde que a nova legislação europeia entrou em vigor. Na última sexta-feira, mesmo dia em que a lei começou a valer, a companhia e o Google foram processados por violar o regulamento. Se condenadas, as duas marcas terão que desembolsar o equivalente a 37 bilhões de reais em multas.

Considerando os 87 milhões de afetados no caso Cambridge Analytica, a rede social pode ter que pagar 17,4 bilhões de euros em indenizações caso seja julgada como culpada na ação movida pela PROTESTE e pelas associações de defesa ao consumidor. Desse montante, 88,6 milhões de euros viriam para os 443 mil brasileiros afetados, o que equivale a cerca de 382 milhões de reais.

Entramos em contato com o Facebook para pedir um posicionamento sobre o caso e atualizaremos a matéria quando tivermos uma resposta oficial da empresa.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário