Facebook vai banir perfis de crianças que se dizem maiores de idade

Facebook vai banir perfis de crianças que se dizem maiores de idade

Os termos de uso do Facebook que todo usuário precisa marcar que “leu e concorda” ao criar um perfil na rede social dizem que você não pode usá-lo se for menor de 13 anos. Mas isso não impede crianças mais jovens de abrirem uma conta no site.

Por conta disso, o Facebook decidiu adotar uma postura mais ativa contra a entrada de crianças na rede social. A empresa vai começar a banir perfis suspeitos de pertencerem a pessoas menores de 13 anos sem aviso prévio, informou o TechCrunch.

Veja também:Facebook quer lançar satélites para levar internet a regiões remotas do mundoPequenas empresas já usam mais WhatsApp do que sites e Facebook no BrasilZuckerberg diz que Facebook não pode remover posts que negam o Holocausto

A política atual do Facebook é de banir crianças quando seus perfis são denunciados e avaliados por terem mentido a idade. A partir de agora, as contas serão bloqueadas quando forem investigadas por qualquer outro motivo, disse a empresa.

Isto significa que se um usuário for denunciado por usar a foto de outra pessoa, por exemplo, e o Facebook descobrir, em meio à apuração, que aquele perfil pertence a uma criança menor de 13 anos, esta conta será bloqueada de qualquer maneira.

O usuário que quiser sua conta de volta, caso tenha sido bloqueado por engano, terá de apresentar ao Facebook uma “prova” de que não mentiu a idade, como um documento pessoal com foto, por exemplo, ou uma certidão de nascimento.

A mudança é anunciada depois que uma reportagem no Reino Unido denunciou uma política de “vista grossa” em agências terceirizadas encarregadas de revisar o conteúdo postado no Facebook e denunciado por supostamente quebrar regras da rede.

Um funcionário de uma agência chamada CPL Resources, na Irlanda, disse que foi instruído a ignorar perfis que pareciam ter menos de 13 anos: “só precisamos que a pessoa admita que é menor de idade. Se não, nós apenas fingimos que somos cegos”.

O Facebook confrontou a reportagem dizendo que todo o trabalho de agências terceirizadas é checado uma segunda vez por funcionários da própria rede social. Desde então, a empresa diz estar reforçando para a sua equipe que não deve haver “vista grossa”.

A mudança na política de análise de conteúdo não deve mudar os termos de uso da rede social, que continua proibindo menores de 13 anos. A nova postura, mais proativa, também vale para o Instagram, outra rede social da empresa que atrai muitas crianças.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.