Facebook vai pagar a quem encontrar mais casos de coleta indevida de dados

Facebook vai pagar a quem encontrar mais casos de coleta indevida de dados

Ainda em resposta ao maior escândalo de privacidade da sua história, o Facebook anunciou nesta terça-feira, 10, uma nova medida para combater o uso indiscriminado que apps de terceiros podem fazer de dados de usuários desatentos.

O Facebook deu início a um programa de recompensas que vai pagar a quem encontrar provas de que algum app conectado à rede social está repassando dados de usuários a terceiros, seja em troca de dinheiro ou em forma de golpe.

Veja também:Zuckerberg assume culpa por erros do Facebook em resposta ao congresso dos EUAEntenda o escândalo do Facebook que comprometeu dados de mais de 50 milhões

A medida é uma resposta a toda a recente crise do Facebook. Em 2013, um teste de personalidade que viralizou na rede social foi responsável por coletar, direta ou indiretamente, dados de 87 milhões de pessoas no mundo todo.

Essas informações foram repassadas para uma empresa de marketing chamada Cambridge Analytica, sem o consentimento dos usuários e sem o conhecimento do Facebook. Há estimativas de que 440 mil brasileiros tenham sido atingidos.

O Programa Data Abuse Bounty anunciado nesta terça vai recompensar desenvolvedores e pesquisadores que conseguirem provar a existência de outros apps fazendo a mesma coisa e que ainda não foram identificados pelo Facebook.

A ideia é semelhante ao programa de recompensa por bugs, que diversas empresas de tecnologia organizam. Quem encontrar falhas de segurança ou bugs em aplicativos, mesmo que não trabalhe na empresa, recebe um pagamento em dinheiro.

O valor do prêmio será calculado de acordo com o impacto do caso descoberto. No caso do programa de caça a bugs, alguns rendem até US$ 40 mil. Não há limite para o tamanho da recompensa paga a quem descobrir um app abusivo.

“Analisaremos todas as denúncias feitas e responderemos o mais rápido possível quando identificarmos uma ameaça às informações das pessoas”, diz Collin Greene, líder de segurança de produtos do Facebook.

“Se confirmarmos o abuso de dados, encerraremos o aplicativo ofensor e tomaremos medidas legais contra a empresa que está vendendo ou comprando os dados, se necessário. Pagaremos a pessoa que denunciar o problema e também alertaremos aqueles que acreditamos que tenham sido afetados.”

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.