Greve dos Correios Nacional: veja como fazer para evitar atrasos

Greve dos Correios: veja o que fazer para evitar atrasos

Em uma decisão na última terça-feira (19), funcionários dos Correios decidiram entrar em greve em todo o Brasil A paralisação é nacional, e envolve 20 Estados e o Distrito Federal. As principais reivindicações são pelo fechamento das agências, pela ameaça de retirada de benefícios, e por não terem nenhuma proposta de reajuste.

No Brasil, ao todo são 36 sindicatos, e na ordem, 27 sindicatos deliberaram pela greve, 1 sindicato deliberou pelo Estado greve e 8 sindicatos ainda farão assembleias nos próximos dias.

Em todo o Brasil, a greve começou às 22 horas do dia 19 de setembro, exceto no Estado do Rio Grande do Sul, que por ser feriado no dia 20 de setembro, a greve começará às 22 horas do dia 21.

Como não atrasar as suas contas na Greve dos Correios?

Os consumidores devem prestar bastante atenção nas datas de vencimentos dos seus boletos e contas e anotá-los e para não perder os prazos, para evitar pagamento de multas e juros.

Caso um determinado boleto ou conta não tenha sido recebido e o prazo de vencimento está se aproximando, entre em contato com o SAC da própria empresa, para solicitar outra opção de pagamento.

Além disso, hoje é muito fácil efetuar o pagamento através de débito em conta, com pagamento no cartão de débito ou crédito, ou ainda o recebimento de um boleto por e-mail e pagamento online no seu banco. Estas são as melhores alternativas para não ser prejudicado pela greve dos Correios.

Confira algumas alternativas:

  • Segunda via do boleto: Solicite para a empresa enviar para o seu e-mail uma nova via da sua conta;
  • Código de barras: Pague nos caixas eletrônicos ou via site bancário;
  • Caso a empresa não disponha de nenhuma das duas opções acima, veja se é possível você efetuar o pagamento diretamente na conta bancária da empresa.
  • Atenção: Caso a empresa não disponha de nenhuma das alternativas acima, você não poderá ter cobrado juros e multas.

Alternativas para encomendas na Greve dos Correios

Caso você necessite postar uma encomenda, ou solicitar um novo pedido pela internet, e a entrega é realizada pelos Correios, evite neste momento. Mesmo que os Correios priorizem a entrega de encomendas, pois a greve nunca tem adesão de 100% dos empregados, poderão ocorrer atrasos.

A recomendação para encomendas que ainda não tenham sido enviadas ou que você ainda não recebeu é procurar por outros serviços de entregas de encomendas, como o Fedex por exemplo.

Mas atenção: Ao contratar o serviço de uma empresa que entregue encomendas, solicite um registro detalhado com a descrição da encomenda, bem como os prazos de entrega, para poder efetuar uma reclamação no caso de avarias ou atrasos atrasos.

Como receber encomendas na Greve dos Correios?

Caso você esteja esperando por uma encomenda e os correios já tenham sido contratados para a entrega, acompanhe o rastreamento diretamente no site dos Correios.

Em casos de atraso, os Correios podem ressarcir o valor pago ou parte dele, mediante reclamação no sistema Fale com os Correios.

Caso o objeto já esteja na sua localidade, entre em contato com o Centro de Distribuição Domiciliar para fazer a retirada da sua encomenda, assim você não precisa esperar para o carteiro trazer até sua casa.

Correios se pronunciam sobre a greve

De acordo com o blog dos Correios, a greve que é chamada de paralisação parcial, pela Instituição, informa que os serviços de atendimento dos Correios não foram afetados, e que todas as agências estão abertas.

Além disso, um levantamento parcial realizado na manhã de hoje (20) mostra que 93,17% do efetivo total dos Correios no Brasil estão presentes e trabalhando, correspondente a 101.161 empregados, número apurado por meio de sistema eletrônico de presença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.