Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A edição 2018 do evento anual para desenvolvedores da Apple, o WWDC, começa na próxima segunda-feira, dia 4 de junho. A abertura da conferência é marcada sempre por um keynote, no qual executivos da empresa vêm a palco para apresentar as novidades, principalmente em termos de software. Mas nos últimos anos, os hardware da empresa também tiveram forte presença na cerimônia, o que aumenta bastante as possibilidades de lançamentos. Quer saber o que a WWDC deste ano pode trazer de novo? Listamos os principais rumores a seguir.

Estabilidade no iOS 12

Veja também:Patente da Apple indica telas mais resistentes para os iPhones do futuroApple pode adotar display OLED em todos os iPhones de 2019Apple libera versão 11.4 do iOS; veja o que muda

As conferências para desenvolvedores da Apple são tradicionalmente focadas no iOS. A versão 11 (na foto abaixo, rodando em um iPhone X) foi anunciada no ano passado, a 10 no ano retrasado e assim por diante. É natural, portanto, que a empresa fale bastante do iOS 12 neste ano. Mas não venha esperando grandes mudanças no sistema dos iPhones e iPads. Em 2018, a companhia deve focar mais em estabilidade e aprimoramento de funções já existentes.

Reprodução

Uma reportagem publicada pela Bloomberg na última quarta-feira até menciona que a Apple pensou em fazer uma reformulação na tela inicial, mas que essas mudanças foram deixadas para 2019. A ideia da empresa é que o iOS 12 seja mais confiável do que seu antecessor, que veio com uma série de bugs corrigidos nos meses seguintes ao lançamento.

Ainda assim, algumas novidades relevantes devem aparecer. Um recurso chamado Digital Health poderá ajudar os usuários a se livrar do vício no celular, e a mesma Bloomberg menciona novos controles parentais e melhorias no FaceTime.

Apps universais no macOS 10.14

Outro que está sempre presentes nas WWDCs é o macOS, que chegará à versão 10.14 neste ano. Os rumores acerca das novidades, porém, não são muitos, graças principalmente à mudança no foco do planejamento do iOS 12, como explica o site MacRumors, citando mais uma vez a Bloomberg. A única novidade mencionada por fontes consultadas pelos veículos é o desenvolvimento de apps universais para os sistemas mobile e de desktop — algo que a Microsoft anunciou para o Windows 10 ainda em 2015. Ainda assim, é possível que esse lançamento aconteça apenas em 2019.

Atualizações nos MacBooks

Se no ano passado a Apple renovou as configurações de quase toda a sua linha de MacBooks, neste ano espera-se que a empresa faça o mesmo e também anuncie melhorias e correções nos modelos. A expectativa é maior especialmente em torno dos Pros, que vêm sendo alvos de críticas graças ao teclado butterfly — aparentemente mais frágil e impreciso do que o de modelos antigos, de acordo com relatos recentes do site Apple Insider.

Novos dispositivos, porém, podem nem aparecer no keynote, novamente segundo a Bloomberg. A empresa estaria, sim, trabalhando na próxima geração do MacBook Pro de 12 polegadas e do MacBook, em uma parceria com a Intel, mas só deve lançá-la mais para o final do ano. O rumor se junta a outro, do Digitimes, que fala sobre um atraso na produção da versão renovada do MacBook Air. O modelo está há anos sem receber um update no visual e deveria ser atualizado no segundo trimestre de 2018, mas deverá continuar igual até o segundo semestre. O atraso ao menos deve ser compensado por uma versão um pouco mais barata do notebook, uma tentativa da Apple para competir com a ascensão dos Chromebooks nos EUA.

iPhones à vista?

Reprodução

É pouco provável que algum smartphone apareça no keynote, já que a Apple não lança um novo iPhone no meio do ano desde o iPhone 4. Mas o banco de dados da Eurasian Economic Commission, um órgão regulador responsável pelo comércio de países próximos à Rússia, já recebeu alguns documentos de registros de marca mencionando smartphones da Apple ainda não anunciados. Os documentos foram encontrados pelo site francês Consomac, e a fonte foi a mesma responsável por vazar informações precisas relacionadas ao iPhone 7, aos últimos MacBooks e aos AirPods, como lembrou o 9to5mac.

O modelo de iPhone mencionado nos documentos desta vez pode ser o tão comentado iPhone SE2, sucessor da edição de entrada dos celulares da marca. Em termos de especificações, o novo aparelho deve vir sem entrada para fones de ouvido e manter as configurações do iPhone 7, mas em um corpo de iPhone 5 com tela parecida com a do iPhone X, como mostrado na imagem acima, que vem de um “vazamento” do Slashleaks.

De toda forma, o evento que a Apple costuma dedicar a smartphones também está próximo — deve acontecer em setembro, como todo ano — e já há rumores de que a empresa vai anunciar três modelos de celular. Não seria surpresa nenhuma, então, se um iPhone SE2 ou alguma variante dele só fosse revelado mais para o final do ano.

E o que mais?

imagem01-06-2018-16-06-14

É pouco provável que novos iPads ou mesmo mudanças drásticas nos modelos existentes sejam reveladas no evento, como explica o site Ars Technica. No entanto, é possível que a Apple ao menos atualize o processador do iPad Pro. Maiores novidades só devem vir no segundo semestre, segundo a reportagem da Bloomberg mencionada mais acima.

Já em termos em sistemas operacionais, o tvOS e o watchOS, usados respectivamente na Apple TV e no Apple Watch, muito provavelmente ganharão novas versões. Não se fala, porém, em grandes mudanças. O único rumor relacionado vem do MacRumors e fala sobre o SO do relógio inteligente, que pode ganhar um app oficial do Spotify e um framework chamada StreamKit, que tornará o aparelho mais independente dos iPhones ao adicionar suporte a notificações push de aplicativos de terceiros. Nada próximo de concreto, no entanto.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.