OneDrive ganha detecção de ataque, recuperação de arquivos e mais no Office 365

OneDrive ganha detecção de ataque, recuperação de arquivos e mais no Office 365

A Microsoft anunciou um série de funções e medidas para a segurança dos usuários do Office 365. A partir de agora, os assinantes dos planos Home e Personal, voltados para pessoas físicas, poderão recuperar os seus dados armazenados no OneDrive que tenham sido deletados ou comprometidos por ataques de ransomware. Além disso, a empresa está reforçando a verificação de arquivos e links perigosos e adicionando criptografia no Outlook.com.

A primeira grande novidade para os serviços da empresa é a liberação da recuperação de arquivos do OneDrive para todos os assinantes do Office 365. O recurso pode ser usado como uma linha do tempo, podendo recuperar arquivos apagados em massa por engano, dados corrompidos e alvos de ataques maliciosos. O usuário pode restaurar todo os seus arquivos do serviço de nuvem ou escolher apenas aqueles que tenham sido afetados ou deletados.

Veja também:Google abre aceleradora de startups no BrasilApp Store perde apps; Google Play cresce 30%Office 2019 será executado apenas por Windows 10Microsoft libera aplicativos do Office para o Chrome OS

Com o aumento dos casos de ataques de ransomware nos últimos meses, a Microsoft resolveu reforçar a atenção para esse tipo de ameaça. Ao detectar que a sua conta pode ser vítima desse ataque, que sequestra arquivos em troca de pagamentos, o OneDrive enviará uma notificação para o celular do usuário, no computador e no e-mail. A empresa também vai marcar o dia e a hora em que o ataque começou, permitindo que o usuário restaure todos os seus arquivos anteriores ao problema.

ReproduçãoSegurança no compartilhamento de informações

A Microsoft anunciou ainda que os usuários poderão proteger links de compartilhamento do OneDrive com senha. Com isso, será possível controlar melhor as pessoas que terão acesso aos documentos através do link, ainda que o endereço acabe vazando para outros indivíduos ou sendo encaminhados. Até então, qualquer um que tinha acesso ao endereço poderia baixar ou abrir o arquivo ou pasta compartilhado.

Já o serviço de e-mail Outlook.com ganhou suporte a criptografia de ponta-a-ponta, o que minimiza as chances de a comunicação ser interceptada durante o envio. Os destinatários poderão ler as mensagens normalmente no aplicativo do Outlook para Android, iOS, na Web e no Windows 10, enquanto os usuários de outros serviços ou aplicativos receberão o link para visualizar a mensagem criptografada em uma página do Office 365. Por fim, o serviço de e-mail da Microsoft será capaz até mesmo de reconhecer números sensíveis e sugerir que o usuário proteja a mensagem.

Outra novidade para o Outlook.com para assinantes do Office 365 é que será possível impedir que o destinatário encaminhe a mensagem criptografada. Segundo a Microsoft, os documentos do Office manterão a proteção mesmo após serem baixados para o computador ou celular, podendo ser aberto apenas pela pessoa que originalmente recebeu a mensagem.

Por fim, a Microsoft anunciou também que o Word, Excel e PowerPoint ganharão verificação de links avançadas até o fim do ano. Segundo a empresa, ao clicar em um endereço da web em um documento, o Office será capaz de escanear se a página de destino poderia baixar um malware para o PC do usuário ou estar envolvida em golpes de phishing. Com isso, o programa exibiria um alerta de perigo antes que a pessoa chegue até o destino.

Segundo a Microsoft, a detecção de ransomware e a recuperação de arquivos no OneDrive começa a ser distribuída nesta quinta-feira, 5, e deve chegar a todos os usuários do Office 365 em breve. Já a proteção de links com senha, criptografia de e-mail e o impedimento de encaminhamento começarão a ser disponibilizados nas próximas semanas.

 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.