Público fica sem Uber e Cabify nas áreas do Rock in Rio

Público fica sem Uber e Cabify nas áreas do Rock in Rio

A prefeitura do Rio de Janeiro proibiu veículos que exerçam a atividade de transporte remunerado de passageiros, como os aplicativos Uber e Cabify nas áreas do Rock in Rio. A medida adotada foi publicada no Diário Oficial do Rio de Janeiro na última sexta-feira (15).

Para todos aqueles motoristas que descumprissem a resolução, estariam sujeitos a multa de R$ 1.605,07 e ainda a apreensão dos veículos. A medida tinha a intenção de incentivo ao uso de transporte público e garantir maior fluidez e atendimento aos usuários.

Leia também:

Como assistir o Rock In Rio ao vivo nas redes sociais?

Sem Uber, público tem dificuldades na saída do Rock in Rio

Entretanto, o resultado da decisão não foi bem assim: de acordo com notícia da Globo News, muitas pessoas enfrentaram dificuldades para voltar para casa, logo após o Rock in Rio ontem a noite. Principalmente, pelo não comparecimento de Lady Gaga

Foram relatados problemas na organização, sendo que a maior dificuldade foi o retorno para casa, que seria feito através de linhas de ônibus e metrô. Quem decidiu voltar para casa de táxi teve a pior decisão, pois filas imensas se formavam, e além disso os taxistas se recusavam a realizar corridas curtas, sem sequer se desculparem.

Parece que a prefeitura se equivocou na decisão. E você, o que acha disso?

Se quiser, confira o vídeo da Globo News que mostra os problemas que o público enfrentou:

Fonte G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.