Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

O bloqueio das negociações com a Broadcom vão ter consequências pesadas na Qualcomm. A empresa inciou um processo de demissão em massa que vai cortar 1,5 mil postos de trabalho nos Estados Unidos com objetivo de diminuir os custos da companhia.

De acordo com a Bloomberg, a Qualcomm planeja economizar até US$ 1 bilhão com a demissão em massa. A ideia é acalmar investidores após o fracasso das negociações com a Broadcom, que pretendia comprar a Qualcomm. Os acionistas querem que a fabricante dos processadores Snapdragon aumente os ganhos, e o corte de custos com funcionários é visto como fundamental para isso.

Veja também:Após decreto de Trump, Broadcom desiste da aquisição da QualcommDonald Trump proíbe Broadcom de comprar a QualcommIntel considera comprar a Broadcom, que negocia aquisição da Qualcomm

“Inicialmente avaliamos reduções de despesas sem demissões, mas concluímos que a redução da força de trabalho é necessária para garantir crescimento a longo prazo e sucesso, o que vai beneficiar todos os nossos acionistas”, explicou a Qualcomm em um comunicado à Bloomberg.

A Broadcom estava disposta a desembolsar US$ 146 bilhões para compras as operações da Qualcomm, mas o negócio foi cancelado após um decreto do presidente dos Estados Unidos Donald Trump, que proibiu a fusão entre as empresas citando questões de segurança nacional.

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário