Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A empresa de pesquisa de mercado IDC revelou hoje um estudo sobre o mercado global de smartphones no primeiro trimestre de 2018. Segundo a empresa, foram vendidos 334,3 milhões de dispositivos do começo de janeiro ao fim de março desse ano; esse número representa uma queda de 2,9% com relação aos 344,4 milhões vendidos durante o mesmo período de 2017.

O grande responsável por essa queda, segundo o estudo, foi o mercado chinês, que moveu menos de 100 milhões de unidades durante o período – algo que não acontecia desde o terceiro trimestre de 2013. “a abundância de tops de linha com preços elevados lançados nos últimos 12 a 18 meses provavelmente interrompeu o ciclo de ‘upgrades’ no curto prazo”, considerou o gerente de pesquisa da IDC, Anthony Scarsella.

Veja também:Samsung revela celulares Galaxy A6 e A6+; saiba o que esperarApple estaria desenvolvendo visor de realidade virtual e aumentadaCEO da Apple se reunirá com Donald Trump para tentar evitar ‘guerra comercial’Mercado de smartphones cresce no Brasil e atinge segunda maior marca histórica

“No momento, parece que os consumidores não estão dispostos a pagar esse tipo de dinheiro por um novo dispositivo que traz melhorias mínimas com relação ao seu aparelho atual. Olhando para frente, dispositivos premium mais em conta podem ser a solução de que o mercado precisa na segunda metade do ano”, considerou também. 

Desempenho por fabricante

Com relação às fabricantes, a Samsung manteve a liderança, respondendo por 23,4% dos celulares vendidos durante o período. Mesmo tendo vendido 2,4% menos na comparação com o mesmo período do ano passado, a porcentagem de mercado que a empresa dominou foi praticamente a mesma (em 2017 ela respondeu por 23,3% dos aparelhos vendidos no período).

A Apple, por sua vez, ficou em segundo lugar, sendo responsável por 15,6% das vendas. Além de ter vendido 2,8% mais celulares nos primeiros três meses desse ano do que nos do ano passado, a empresa também teve uma fatia de mercado maior. No começo de 2017, ela respondia por 14,7% do mercado. A mudança indica que a Apple diminuiu a diferença que a separa da Samsung. 

No entanto, a diferença entre a Apple e a Samsung diminuiu menos do que a diferença entre a Huawei (a terceira colocada no ranking) e a Apple. A fabricante chinesa vendeu 13,8% mais celulares no começo de 2018 do que no começo de 2017, e respondeu por 11,8% dos celulares vendidos entre janeiro e março deste ano – no ano passado, ela respondeu só por 10%, mas a porcentagem de 2018 é a mais alta que ela já teve. 

Fechando o top cinco ficaram as empresas Xiaomi (em quarto) e Oppo (em quinto). Segundo o Strategy Analytics, a Xiaomi vendeu 28,3 milhões de celulares no período, o que lhe ajudou a saltar para a quarta posição e atingir um recorde de 8% de participação no mercado. A Oppo, por sua vez, caiu para a quinta posição com 7% de participação de mercado. Essa última empresa, que praticamente só vende na China, sofreu com a desaceleração do mercado chinês e com a competição de outras empresas como a Huawei e a Xiaomi.

Você faz compras Online? Não deixe de conferir a nova extensão do Olhar Digital que garante o preço mais baixo e ainda oferece testadores automáticos de cupons. Clique aqui para instalar.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhe:

Deixe seu comentário