YouTube chega a 1,8 bilhão de usuários ativos mensalmente

YouTube chega a 1,8 bilhão de usuários ativos mensalmente

Susan Wojcicki,a CEO do YouTube, anunciou ontem que o YouTube chegou à marca de 1,8 bilhão de usuários ativos mensalmente. Esse número inclui apenas os usuários que acessam o YouTube enquanto estão logados em sua conta do Google; considerando que muitas pessoas acessam a plataforma sem ter uma conta, o número de pessoas que entram no site ao menos uma vez por mês deve ser bem maior. 

Além disso, Wojcicki também divulgou que os usuários do site assistem a mais de 150 milhões de horas de vídeos por dia – e esse número considera apenas os usuários que assistem pela TV. Isso dá um total de maiss de 17.123 anos de visualização por dia. Como o site também pode ser acessado por tablets, celulares e computadores (mais facilmente, aliás), o número total de horas assistidas por dia também deve ser bem maior.

Veja também:Pública, particular ou não listada; entenda as playlists no YouTubeGoverno estuda incluir classificação etária em vídeos do YouTubeBrasileiros estão entre os que mais denunciam vídeos no YouTubeEmpresa de vigilância usa Facebook e YouTube para montar banco de dados faciais

Os números foram divulgados durante o evento “BrandCast” do YouTube. No evento, a plataforma de vídeo reúne seus principais criadores de conteúdo e anunciantes para pensar em mais maneiras de cooperação. Portanto, faz sentido que Wojcicki quisesse deixar bem claro para eles o alcance imenso que o YouTube tem como plataforma. 

Conteúdo original

Durante o evento, a CEO da plataforma de vídeos do Google também anunciou uma nova leva de produções originais. Dentre os criadores parceiros que farão parte dessa nova leva estão o ator Will Smith, a atriz Priyanka Chopra, a cantora Demi Lovato e o comediante Jack Whitehall. Outros artistas, como a cantora Janelle Monáe, também deverão aparecer de maneira mais esporádica em vídeos patrocinados pelo canal. 

Como o Engadget aponta, a empresa também falou sobre seus esforços para impedir a proliferação de vídeos odiosos em seu canal – e sobre os problemas que isso tem causado. “Não há um livro de regras que dite como plataformas de vídeo devem operar na nossa escala. Da maneira como eu penso, é essencial que estejamos do lado certo da história”, disse. 

Compras na Internet? Para aproveitar as melhores ofertas, baixe a nova extensão do Olhar Digital. Além da garantia do melhor preço, você ainda ganha descontos em várias lojas. Clique aqui para instalar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.